Hora de pegar a estrada, mas você sabe andar em comboio?

25/12/2013 19:25

Final de semana chegando, momento de pegar a estrada e seguir rumo à felicidade... Alguns motociclistas gostam de viajar sozinhos, mas grande parte prefere compartilhar com outros irmãos estradeiros a viagem. Entretanto, será que todos sabem a forma correta de andar em grupo?

Primeiro é preciso planejamento. Todo o percurso deve ser estudado por todos os integrantes. Confira a situação da estrada no site: Estradas.com.br. Todos devem conhecer as sinalizações, fiquem atentos, pois essa será a única forma de comunicação.  As paradas durante o trajeto devem ser combinadas, preferencialmente em locais situados do lado direito da pista. Cruzamentos só em último caso. É preciso responsabilidade e respeito à hierarquia no grupo, durante todo o trajeto. Lembre-se que todas as suas atitudes devem estar em acordo com as do grupo, não há espaço para brincadeiras e nem vaidades.


O motociclista mais experiente e que tem maior conhecimento do itinerário, será o Capitão. Ele vai à frente do comboio, guiando a todos. É o responsável pela velocidade média do grupo. Deve sempre estar atento a eventuais obstáculos, alertando a todos, também sobre os locais de paradas.

Na hora de sair é preciso formar duas filas paralelas e intercaladas. Nesse agrupamento todos têm ampla visão da pista, e mantém uma distância segura da outra moto. Os motociclistas podem frear sem prejudicar o companheiro. Sinalize sempre, todas as futuras manobras. É preciso evitar o emparelhamento de motos, para que uma não se choque com a outra. E para fechar o grupo, mantendo sempre a união e evitando que alguém fique para trás, o ferrolho. Esse integrante vai ser o último do comboio. Deve ter uma moto potente e ser experiente.

Durante a viagem, há muitos obstáculos. A maioria deve saber, mas vale salientar, evite andar em cima da faixa que divide as pistas, ela é altamente escorregadia, principalmente em dias chuvosos, a moto pode se desgovernar. Guie firme. Não podemos deixar de falar das manchas de óleo no asfalto, evite-as. Esteja atento!

Tenha cautela com a companhia certa, de todos viajantes desse país, os buracos. Nunca freie no buraco, senão puder evitá-lo, passe tomando o cuidado de levantar do banco.

Em um mundo, cada vez mais individualista, egocêntrico e egoísta, passear, viajar e conviver em grupos é um grande exercício de amor ao próximo e de compaixão. É preciso deixar de pensar no eu e pensar em nós! Com todos os cuidados necessários, é possível se escrever histórias felizes nessas estradas da vida. Viaje sempre!

 

Francine Monteiro - Encontro de Motos


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!